Casa dos Contos Eróticos » Corno » Até que em fim corno

Até que em fim corno

0 votes

Ola!  Tenho 40 anos, sou casado a 10 anos com uma mulher que tem 27 anos, ela é linda morena, seios fartos, bumbum delicioso, nós nos damos muito bem, não temos filhos, somos muito apegados, temos uma vida conjugal muito legal, somos muito abertos em nossas conversas.

Desde o início do nosso casamento eu tento introduzir na nossa relação minhas fantasias, ela sempre muito relutante pois desde o início eu disse a ela que minha maior fantasia seria ve-la trepando com outros machos mais no pelo e de preferência negros pauzudos e tal… Ela sempre ouve pois repito isso como um mantra quando estamos transando.

Venho trabalhando pra induzi-la a aceitar …

O dia mais feliz… me tornei corno

Dia desses aconteceu fomos a uma festa na casa de uma amigos, na hora de ir embora demos carona pra um amigo nosso também casado mais a mulher dele estava viajando… Quando vi essa oportunidade …. Quando chegamos entrei logo para o quarto e ouvi eles conversando no sofá da sala, fiquei quieto só observando e ouvido cada vez ficavam mais perto e pra minha surpresa ela de repente começou a beija-lo e foram cada vez mais um pra cima do outro.

De repente ela que era toda certinha abriu a calça dele a rola enorme e dura tava até babando de tesão ela abocanhou com uma fome ficou mamando e mamando só ouvi quando ele disse que ia gozar e ela nem aí continuou, pude ouvir os urros dele gozando com o pau na boca dela e ela não deixou cair nem uma gotinha….

Dois minutos depois ele já estava chupando ela e pude ver de longe quando ele subiu em cima dela e começou a socar como eu jamais tinha feito… E urrava de tesão ela pedia mais e mais ele a colocou de quatro e enfiou a rola no rabinho dela que eu tinha comido algumas vezes ele enfiou com força ela gemeu forte e começou a puxa-lo pra dentro dela fuderam muito tempo assim o rabinho dela tava arregaçado.

Ele então tirou ela chupou um pouco e colocou na buceta socando de repente ela pediu goza dentro do meu útero quero sua porra lá no fundo ele gemendo gozava quando tirou o pau era tanta porra que escorria pelas pernas … Ouvi eles conversando se beijaram e ele foi embora ….

Ela veio e deitou ao meu lado do jeitinho que estava e eu remexi e abri os olhos ela disse que me amava e me beijou eu não resisti comecei a beija-la e chupei os peitos dela, ela se ascendeu e me chupou e a chupei pude sentir o gosto da porra na boca, aquilo me dava um tesão louco então subi em cima dela e fudemos um tempão até eu gozar umas duas vezes dentro dela.

No outro dia acordei com ela toda feliz fazendo nosso café, quando fui ao banheiro a vi na cozinha e ela veio me deu um beijo e disse que eu era o homem que ela tinha pedido a Deus … Eu a beijei e disse que a amava e estou até agora esperando quando ela irá me contar….

Contos de Sexo Relacionados

Deixe seu comentário