Casa dos Contos Eróticos » Novinhas » Meu professor me fez uma verdadeira putinha

Meu professor me fez uma verdadeira putinha

0 votes

Olá! Sou morena, tatuada e cacheada de 1,50 cm de altura, com quadril e coxas maravilhosas além de uma deliciosa bunda grande. Curso o segundo período de matemática. Em minha faculdade um professor substituto esta lecionando geometria analítica.

Ele é um homem alto, musculoso, e tatuado, todo charmoso, um verdadeiro Deus grego. A primeira aula que tive com ele não consegui esconder minhas olhadas nada discretas para o mesmo, que logo percebeu e retribuía os olhares, porém discretamente. Esperei para falar com ele no fim da aula, enquanto todos estavam deixando a sala.

Cheguei perto dele e perguntei se ele dava aulas particulares e ele respondeu que sim, até que marcamos um horário no dia seguinte e na casa dele. Ele estava segurando um copo-d’água e sem querer bati o braço no dele, fazendo com que aquele líquido derramasse em seu peitoral, eu logo pedi desculpas e coloquei a mão em seu ombro. Como eu tinha uma toalhinha seca que uso para ir a academia eu ofereci a ele para enxugar, ele aceitou e logo desabotoou aquela camisa social expondo seu lindo peitoral e sua barriga chapada, como não perdi tempo, coloquei a mão sobre seu peito e fui secando aquele corpo.

Ele me olhava surpreso e atento, sei que ele estava amando aquele situação. Terminei de seca-lo e o ajudei a abotoar a camisa novamente, ele me disse para tomar cuidado da próxima vez, e eu louca com a situação respondi: “não se preocupe, da próxima eu limpo com a boca” em um tom brincalhão. Antes de sair da sala nos despedimos e ao invés de beijar o rosto, beijei logo seu pescoço. E sai da sala.

No dia seguinte eu estava louca contando as horas para chegar a aula dele, que em seu horário entrou na sala com um olhar serio e sedutor, a cada minuto que passava eu deseja mais aquele homem todo para mim, aquela troca de olhares estava acabando comigo, como fui sem sutiã esse dia meus peitos durinhos ficaram expostos com aquele tesão todo acumulado em mim, e é claro que ele percebeu.

Putinha do professor

No fim da aula, confirmei com ele o horário e peguei o endereço. Cheguei as 19:00 como combinado e esperei por ele, ao atender a porta vi que o mesmo estava só com uma bermuda, ele me pediu para entrar e pediu desculpas pela roupa, pois não lembrou que seria as 19:00 nossa aula, me pediu para sentar e aguardar pois iria colocar uma camiseta, e eu logo o interrompi dizendo para não se preocupar, ja que estava calor, que ele ficasse assim, falei com um olhar suspeito a safadeza.

Então ele sentou se a mesa e deu início à aula, quando ele virava o rosto eu olhava disfarçadamente para aquele corpo maravilhoso, até que da ultima vez ele percebeu, e sussurrou no meu ouvido, “estou torcendo pra você me molhar de novo” Deixando escapar um riso.

Eu fiquei toda vermelha, e com um tesao que ja não aguentava guardar pensando tanta safadeza ao lado daquele homem, coloquei a mão em sua coxa, e eu sussurrei “ posso te molhar, só que agora do meu jeito, te quero pra mim”, Ele me perguntou como, e eu respondi que queria de todas as maneiras.

Quando ele me olhou beijei aquele homem que correspondia com um beijo quente e demorado, segundos depois sentei em seu colo, como ele beijava bem, com uma mão em minha nuca e a outra em minha cintura me apertando a ele. “ como eu estava doido pra te beijar mulher” disse ele.

Comecei a sentir aquele pau maravilhoso sarrando minha buceta me deixando toda excitada. Eu me levantei do seu colo e o puxei para beija-lo, enquanto desabotoava aquela bermuda, tirei aquela cueca e saltou um maravilhoso pau grosso e grande, aquilo me deixou ainda mais com tesao, comecei a chupa-lo bem gostoso, e o gemido daquele homem era maravilhoso, chupei com vontade, molhava aquela maravilha em minha boquinha. “ Sua safada, eu estava esperando tanto pra te ver assim”.

Ele me puxou pela cintura e me conduziu ate seu quarto, me jogando contra sua cama, tirou meu short e rasgou minha calcinha, logo me chupou, aquela língua preenchia de um jeito tão gostoso minha bucetinha, sabia chupar gostoso, e me deixar maluca. Me virou de quatro deu um tapa bem dado na minha bunda e colocou aquele caralho gostoso em minha buceta, me comia do jeito que eu queria, gemia tanta coisa safada em meu ouvido, me deixava ainda mais cheia de vontade, quanto mas eu pedia para ele me comer, mais forte ele metia na minha buceta, com aquela cara de safado que me desmonta.

Voltei a chupa-lo gostoso quando senti aquele gozo gostoso escorrendo pela minha boca e em seguida um forte gemido gostoso e másculo daquele homem. Acabou que tomamos um banho e apagamos no sono. Quando percebi ja era de 7:00 da manhã, acordei aquele gostoso com um maravilhoso boquete, querendo tomar leitinho logo de manhã, desde então tenho sido a putinha dele, e transamos com frequências inclusive na faculdade.

Contos de Sexo Relacionados

  • Novinhas 1 ano atrás

    Não resistir e cai na tentação

    Oi, tenho 18 anos, sou morena, baixinha, magrinha, tenho 1,65 e peso 53kg, apesar de magrinha tenho um peito muito farto, e uma bundinha bem gostosa, já minha buceta não acompanhou o corpo e acho bem grande, um bucetao...

    LER CONTO
  • Novinhas 3 meses atrás

    Meu Primeiro Boquete

    Olá, hoje vou contar como foi o meu primeiro boquete, espero que se delicie e me imagine mamando o seu pau. Meu primeiro boquete foi aos 18 anos, naquela época, eu era uma aspirante a putinha, uma verdadeira...

    LER CONTO
  • Novinhas 2 anos atrás

    Meu Primeiro anal

    Um certo dia troquei de operadora de tv a cabo, veio até minha casa um moço para realizar a instalação. Eu tinha acabado de sai do banho e ele chegou. Muito simpático, se chamava Eduardo(*), educado, me comia com...

    LER CONTO
  • Novinhas 2 anos atrás

    Novinha fez um boquete perfeito

    Pois bem, sou liberal e curto de tudo um pouco mas com segurança (sempre) e me cuidando. Numa certa tarde estava eu numa área comum do condomínio quando a parece pra conversar comigo uma vizinha de baixo. Era a...

    LER CONTO

Deixe seu comentário