Casa dos Contos Eróticos » Sexo » Não resisti a visita da minha ex

Não resisti a visita da minha ex

0 votes

Minha ex-namorada é simplesmente a mulher mais safada que já conheci na vida e é graças a ela que vocês estão lendo o presente conto.

Do início ao fim do relacionamento, ela sempre teve um fogo quase que insaciável e eu amava isso. Já havíamos terminado já alguns meses, mas apesar do sentimento ter acabado, o tesão um pelo outro só crescia. Ela estava prestes a viajar e precisava de algumas coisas que havia deixado em minha casa. Quando chegou, estava insuportavelmente gostosa com um jeans coladinho que deixava aquela bunda redonda à vista e deleite de quem quisesse. Como tínhamos combinado de que não ficaríamos mais, eu não avancei, mas vontade não faltava, aqueles peitinhos na blusa sem sutiã me enlouqueciam.

Não resisto a minha ex safada

Conversa vai, conversa vem, depois de guardar todas as coisas, ela pediu para me dar um único beijo de despedida e eu permiti, mesmo sabendo que não pararia por aí. Ela me deu o beijo, ficamos abraçados, ela até choramos um pouco, pois era uma despedida difícil para ambos, mas após as lágrimas, eu já consegui entender onde ela queria que aquilo terminasse. Pediu mais um beijo, mas dessa vez queria deitar-se comigo; e assim fizemos. Deitamos, ela me deu um beijo de língua molhado e com tanto tesão que até esqueci que em algum momento estive triste.

Alguns segundos depois, já estava por cima, rebolando no meu pau, ainda enquanto me beijava. Ela parava o beijo para sussurrar coisas como “eu estava morrendo de saudade desse caralho” ou “eu quero tanto sentar nesse pau”, o que só me enlouquecia cada vez mais.

Alguns minutos depois, quando meu pau já estava latejando, a putinha foi beijando meu pescoço, descendo pelo peito, deixou um caminho de chupões pela minha barriga e, quando finalmente chegou ao meu pau, decidiu me provocar ainda mais. Passou a língua por todo o meu cacete, passou a linguinha em volta da cabeça, chupou meu saco de um jeitinho que só ela sabe, passou meu pau nos peitos dela e sempre me olhando com uma carinha de impagável de tesão. Até que finalmente colocou na boca e foi mamando cada vez mais fundo até estar com o caralho todo na boca.

Ela mamava, gemia, passava a mão na buceta enquanto me chupava meu pau já estava todo babado quando ela começou a tocar uma punheta enquanto chupava meu saco, quase me fez gozar, mas parou. Voltou beijando o caminho de chupões que havia feito, me beijou novamente, ainda mais intenso que na primeira vez e colocou a buceta toda molhadinha no meu caralho. Sentou e quanto mais ela sentava, mais ela gemia, eu só conseguia admirar como ela era gostosa.

Quando ela estava quase gozando, pediu pra eu meter sem dó e assim o fiz. Segurei aquela vadia pela cintura e meti com toda minha força até ela gritar e eu sentir o squirt dela escorrendo pela minha rola. Nessa hora, ela falou “me coloca de quatro e fode tua putinha, vai”. Não esperei que ela pedisse de novo. Saí debaixo dela, coloquei a safada de quatro e soquei.

A cama batia na parede, ela gritava meu nome pedindo pra eu xingá-la e assim o fiz. A chamei de puta, de vadia, disse que ela era minha e quanto mais eu xingava, mais aquela mulher rebolava com raiva no meu pau. A bunda dela já estava vermelha de tapa e ela seguia pedindo mais. Quando ela não aguentava mais rebolar, a joguei na cama, pedi para que ficasse de barriga pra cima e comecei metendo devagarinho, depois fui metendo cada vez mais forte e a cada vez ela gemia mais alto. Segurei os dois braços dela e a beijei enquanto metia, entre os beijos, ela gritava “fode tua puta”, “isso, mete tudo em mim, vai”, “que pau gostoso”, “por favor, não para”, “mete mais forte”, “me xinga”. E tudo isso só ia me dando mais tesão.

Não conseguia mais aguentar e quando eu estava quase gozando e ia tirar, ela me prendeu com as pernas em volta do meu quadril e disse “enche minha buceta de porra”. Como resistir a um pedido desse? Meti os dedos na buceta e ela pediu pra chupar, pediu mais porra e eu estava ficando de pau duro de novo só de ver aquela cena. Ela mesma metia meus dedos na buceta e depois chupava eles com todo tesão possível. Chupei aquela bucetinha gostosa até ela gozar de novo. Aquela com certeza foi uma das melhores fodas da minha vida. Fodemos muitas vezes antes e depois, mas essa foi uma das mais inesquecíveis.

Contos de Sexo Relacionados

  • Buceta 5 meses atrás

    Comi a casada coroa carente

    Olá.  Tenho 35 anos e desde sempre me interessei por mulheres mais velhas do que eu. Gosto bem de uma coroa. Sou professor escolar e, portanto, estou sempre de olho nas mães dos alunos. Certa vez, uma mulher de 45...

    LER CONTO
  • Putaria 1 ano atrás

    Primeiro menage da minha esposa

    Irei contar como aconteceu o Primeiro menage da minha esposa.... ola, sou Breno, marido da Laise, 32 anos, estatura mediana 1,60, 60 kilos bem distribuídos, cabelos loiros naturais, seios médios tipo pera, bumbum...

    LER CONTO
  • Heterossexual 6 meses atrás

    Comi a colega de trabalho no carro

    Trabalho em uma empresa e sempre tive tesão pelas minhas colegas de trabalho, inclusive já tive vários relacionamentos aqui, mas entre muitos sempre tem os que mais marcam, seja pela mulher ou pela sexo... Faz uns...

    LER CONTO
  • Sexo 4 dias atrás

    Dando o cu e fudendo o cu dela

    Olá, sou casado a 28 anos, sou moreno 1.70 de altura e olhos castanho. Minha esposa é  uma morena gostosa de 1,56 altura, com uma bunda média, olhos castanho e muito boa no sexo. Cada vez que fazemos sexo temos uma...

    LER CONTO
  • Putaria 1 ano atrás

    Novinho dotado e minha esposa

    Olá amigos leitores, aqui estou para contar mais uma experiência nossa, eu e minha esposa nós chamamos de forma carinhosa de mô(*) e xuxu(*), então usarei esses apelidos para nós identificar. Eu e a xuxu já...

    LER CONTO
  • Suruba 7 meses atrás

    Esposa safadinha na balada liberal

    Olá, eu 46 e ela 37. Ela uma morena deliciosa... bunda grande, peitos normais sem silicone... delicia. Sempre fui afim de ir numa casa de Swing ... Aos pouco fui colocando o assunto. No inicio ela foi resistente,...

    LER CONTO
  • Heterossexual 9 meses atrás

    Fudendo minha amiga

    Olá tenho 26 anos, sou moreno, 1,76cm cabelo castanho e escuro liso. Este conto aconteceu alguns anos atrás e é um de muitos que aconteceram quando uma amiga minha passou um tempo morando aqui em casa. Minha amiga, na...

    LER CONTO
  • Fetiche 1 ano atrás

    Minha esposa com o lavador de carros

    Olá, meu primeiro conto aqui no site, vou começar com este que me dá tesão sempre. Minha esposa tem 1,60, cabelos pretos lisos, peitos grandes em pé, coxas grossas, uma bunda grande, um tesão, vou colocar o nome...

    LER CONTO

3 comentários para “Não resisti a visita da minha ex

Deixe seu comentário