Casa dos Contos Eróticos » Corno » Corninho na praia

Corninho na praia

0 votes

Bom, somos um casal muito safado eu com 32 ela com 30, ela morena gostosa eu moreno chamo bastante atenção das mulheres também, mas vamos ao conto.

Fomos viajar pra praia,  chegamos na pousada arrumamos nossas coisas bem rápido e nos aprontamos para ir para praia eu de bermuda sunga por baixo, ela com um biquíninho q fica atolado na bunda, chegamos na beira da praia arrumamos uma mesa próximo ao pessoal q aluga barco e ficamos tomando cerveja, beliscando umas porções e bebericando algumas caipirinhas. Com o passar das horas fomos ficando bem alegres, ela quando fica no grau fica bem safada e eu mais ainda.

As vezes iamos no mar e ela já esfregava no meu pau q já estava duro, eu já estava louco de tesão e ela molhadinha, ao sair do mar puxei o biquíni dela pra ficar mais atolado e chamar mais atenção do jeito q eu gosto.

Um passeio pelas praia e muito foda

Já por volta das 15:00hrs estavamos  falando putaria um pro outro foi quando ela me convidou pra andar de barco, chamei o carinha acertei o valor e partimos, levamos cerveja e fomos bebendo, o carinha do barco disse q ia nos levar para a piscina natural eu disse q não, q queríamos ir a algum lugar diferente ela já entendeu o recado e começou a me provocar, ficava praticamente de 4 no barco olhando para o mar e me deixando com mais tesão ainda.

Eu percebi q o carinha do barco estava de olho na raba dela, e falei pra ela, ela me disse deixa ele e pegou no meu pau e começamos a nos beijar, o carinha disse ali é uma praia bem tranquila as pessoas gostam de parar lá pra tirar fotos vcs querem parar um pouco?…ela já disse q sim.

Ele parou o barco já na areia e ficamos tomando mais uma cervejinha e demos uma para ele tbm…começamos a nos pegar na frente dele mesmo, ela já tirou meu pau pra fora da bermuda e começou a mamar, eu olhei pro carinha q já estava com a mão dentro da bermuda se masturbando, perguntei a ele posso usar seu barco? Ele sorriu e disse aproveite!

Então coloquei ela apoiando a mão no barco e a peguei por traz socando lá no fundo da sua bocetinha ela gemia igual uma louca e nessas alturas o carinha já tava com o pau pra fora batendo uma, nisso eu fiz sinal pra ele se aproximar ele chegou perto dela com pica perto do seu rosto ela nem me disse nada já caiu de boca na pica do moleque eu não aguentei e enchi sua boceta de porra, em um minuto meu pau já deu de amolecer e saiu da bocetinha dela que me disse eu quero mais, eu disse da pra ele, o carinha era esperto já aproveitou e foi chegando e pegando ela por traz.

Pegou ela com vontade socava com força fazendo ela gritar de prazer, eu como um bom corninho me coloquei a sua frente e comecei beijá-la com gosto de pica na boca, ele socava bem forte, ela ja tinha gozado umas 3 vezes, então ele disse q iria gozar. Ela disse: não goza dentro não. Ele tirou o pau da boceta e colocou na boca dela e encheu de porra.

Ela como uma boa chupeteira engoliu tudo e deixou a pica dele limpinha em seguida veio me lascou um beijo de língua e me chamou de corninho.

Entramos no barco e retornamos para a praia como se nada estivesse acontecido, agradecemos ele juntamos nossas coisas e fomos para a pousada.

Chegamos na pousada já estávamos loucos de tasao novamente, e transamos gostoso comentando o que aconteceu.

A noite saímos para comer e tomar mais algumas, ela foi com um shortinho branco que marcava a calcinha atolada na bunda, eu disse com esse shortinho vc vai causar, ela me disse é isso q eu quero, estou louca pra experimentar outro pau essa noite….continua!

  • conto 1 mês atrás
  • Categorias: Corno

Contos de Sexo Relacionados

Deixe seu comentário