Casa dos Contos Eróticos » Incesto » Como eu comi minha avó

Como eu comi minha avó

Hoje já sou coroa, mas os anos não me fazem esquecer como eu transei com minha avó.

Eu era jovem, 19 anos, minha avó, devia ter uns 60 anos, era uma coroa vistosa, pernas bonitas e seios ainda duros. Ela era viúva desde os 31 anos de idade. Morava ela, minha tia mais nova 30 anos, e sua irmã  com 63 anos, minha tia avó, uma coroa miúda e muito interessante. Vamos aos fatos.

Eu fazia estágio em uma empresa. Minha vó morava perto, duas vezes por semana eu dormia em sua casa por causa do horário que terminavam minhas aulas e não conseguia pegar o ultimo trem. Às vezes antes de ir para faculdade, quando havia folga no horário de primeira aula, eu dava uma rápida passagem para um lanche rápido.

Comendo a vó

Tudo ia bem até que um dia ao ir para meu quarto percebi que minha tia estava tomando banho, e eu olhei através da fechadura do banheiro aquela coisa deliciosa nua, minha vó me surpreendeu e apenas falou “o que é isso garoto”. Eu acabrunhado nada respondi e fui para o quarto.

Passados algumas semanas, minha tia avó viajou, e minha tia havia saído com namorado, eu sai mais cedo da aula e ao chegar minha vó estava sozinha. Como sempre se apressou em colocar meu lanche, eu fui tomar um banho antes e desci de pijama, alias como era comum fazer. Ela sentou-se ao meu lado à mesa e passamos a conversar quando ela tocou no assunto de eu ter olhado o banho da minha tia. Eu disse que esperava uma oportunidade para pedir-lhe desculpas e que isso não iria mais acontecer, e agradeci não ter contado para meus pais (extremamente conservadores).

Para minha surpresa ela disse que desconfiava que eu também a tivesse olhado, eu refutei de imediato e ela fazendo biquinho me disse “talvez eu não seja mais atraente”. Eu lhe disse que ela era um mulher atraente e se ela se sentisse bem poderia olha-la naquele momento. A essa altura meu pênis ficou ereto, e eu a deixei perceber.

Delicadamente ela pousou sua mão sobre meu membro e eu passei a mão em suas coxas e alisei seu sexo. Ela entrou em transe e colocando sua boca me sugou com volupia (depois ela me disse que fazia muitos anos sem sexo). A beijei, chupei seus seios ainda duros, e fomos para cama onde lambi seu clitóris, e fizemos todo tipo de sexo, (oral, anal, normal).

Não me lembro de uma mulher ter gozado tanto, para mim também foi uma boa foda. Depois disso de vez em quando a gente programava para dar uma transada. As vezes temos em nossas avós um mulher carente aguardando apenas um neto ousado.

  • conto 3 anos atrás
  • Categorias: Incesto

Contos de Sexo Relacionados

  • Casada transando com o enteado

    Sou uma mulher de trinta e dois anos, branca, cabelos pretos e longos, tenho um corpo legal, minha genética é boa, vim favorecida, pois me destaco diante das mulheres da minha idade. Namorei por longos doze anos, ou seja, desde os vinte anos de idade a mesma pessoa, estávamos...

  • Os pés da minha irmã me dão tesão

    Desde que a minha irmã soube do meu fetiche por pés que permitiu que eu fotografasse os pés dela, os lambesse e chupasse. Francamente não posso dizer que fossem os pés com o formato que mais me excitava, especialmente por causa dos dedos curtos (quando eu tenho...

  • Piscina com a netinha e um sexo bom para aproveitar a vida

    Não sei quando esse desejo proibido por minha neta surgiu em mim, sou um homem velho, e esquecer do tempo embora às vezes atrapalhe, às vezes é um luxo para poucos. Sou viúvo, há anos não tenho uma mulher de verdade nos braços, acredito que tudo isto ajude. Estou velho,...

  • Minha filha virou minha amante

    Minha mulher morreu cedo e fiquei com uma filha. Ela apesar de ser uma jovem tinha um corpo de mulher. Tinha uma bundinha arrebitada e os seis pequenos e durinhos. Ela gostava de andar a vontade com um shortinho e uma camiseta transparente. Ela sempre foi apegada a mim, desde...

  • Transando com a tia

    Esse fato que vou contar para vocês aconteceu já faz alguns meses e só agora decidi escrever aqui no site. Espero que gostem, se divirtam e gozem bastante com a história. Ela, uma mulher madura, resolvida profissionalmente e recém divorciada. Passou por um problema...

  • Dei pra meu primo no sítio

    Estou namorando há 3 anos  e sempre tiramos férias juntos para poder curtir bastante. Esse ano não deu e resolvi ir sozinha. Tenho um tio que mora em um sitio no interior do estado, era uma ótima opção. Liguei para meu tio e avisei que iria passar uns dias lá. Ele...

  • Ganhei pica do papai no meu aniversário

    Oiii me chamo Andressa(*), e a história que vou contar foi o dia em que o meu papai comeu a minha bucetinha no dia do meu aniversário de 19 anos. Eu e meu pai sempre fomos próximos, até mesmo depois que papai se separou da mamãe, fiquei morando com a minha mãe mas sempre...

  • Primo safadinho me ensinando tudo

    Tenho namorado, mas toda vez que vou passar uns dias na casa da minha tia ele vem com todo aquele charme pra cima de mim, um vez ele ficou me fazendo massagem, do pé até o cabelo, eu relaxei muito e aí quando eu menos percebo ele estava massageando meus seios, minha bunda,...

  • Fodi com meu primo e a namorada dele

    Bom, meu nome é Larissa (fictício) eu tenho 23 anos mais na época tinha 18, eu tinha peitos e bumbum médios e uma buceta rosadinha. Bom, meu primo se chamava Victor (fictício) e a namorada dele se chamava Alessandra (fictício) os 2 tinham 19 anos, eu sempre tive um...

  • Comendo a prima que desejei por muitos anos

    Quando tinha 18 anos tive um pequeno rolo com uma prima que veio nos visitar. Na época rolou muitos beijos e alguns amassos, me deixando louco de tesao. Mas infelizmente a oportunidade de avançar um pouco mais não surgia e eu só tinha que aguentar de pau duro ou bater uma...

3 comentários para “Como eu comi minha avó

  1. José • 11 de fevereiro de 2022

    Sou fã de contos eróticos, principalmente os de incesto.

  2. Done • 2 de maio de 2023

    Adorei adoraria ter uma avó igual a sua e uma pena já não tenho mas nenhuma mas sou tirado em idosas de cabelos crisalhos hoje já tenho 58 anos e muito safado adoro vovós se tiver alguma lendo meu comentário vou deixar meu contato só pesso sigilo sou casado e muito safado

  3. Maria • 2 de janeiro de 2024

    Brincar de cavalinho no colinho sentir um pinto duro na minha bunda,grnde

Deixe seu comentário