Casa dos Contos Eróticos » Virgens » Vontade de dar a bucetinha

Vontade de dar a bucetinha

0 votes

Olá. Adoro contos e vídeos eróticos, por isso resolvi falar de como foi minha primeira vez. Na época tinha 18 anos e todas as vezes que eu ia namorar sentia minha xoxota arder de tesão. Tinha uma vontade louca de experimentar.

Um belo sábado saímos para dar um rolê, quando percebi estava em frente a um motel. Logo me veio a possibilidade de usufruir do local.

Já tínhamos dado uns amassos e trocado uns beijos na praça. Mais minha xoxota estava pegando fogo. Eu puxei ele em direção a entrada, sem entender muito bem me seguiu. Logo entramos!

Matando a vontade de dar a bucetinha

Sabia que tudo seria novidade, e eu estava preparada para aprender tudo. Estava louca pra experimentar uma pica, não aguentava mais de vontade.

Quando chegamos no quarto logo quis começar a descoberta. Fui tirando sua blusa e logo vi seu peito peludo e cheiroso. Ele deixava que eu tomasse a iniciativa, então tirei minha blusa deixando meus seios a mostra, nos beijávamos deixando que meus seios tocassem seus pelos, isso me deu mais tesão.

Logo soltei seu cinto e tirei sua bermuda deixando ele só de cueca. O volume entre suas pernas era enorme.
Nesse momento tirei minha saia ficando só de calcinha. Quando puxei sua cueca seu pau saltou duro e empinado.
Era lindo, grande e grosso com a cabeça bem vermelha. Dei uma bela olhada e beijei a cabeça, nesse momento ele soltou um gemido de prazer.

Tirei minha calcinha e ficamos os dois nus.

Nós abraçamos novamente e nos beijamos com muito carinho. Quando ele encostou sua boca no meu peitinho fui a loucura. Minha xoxota estava ardendo de tesão.

Logo ele me colocou na cama e começou a chupar minha xoxotinha. Sua língua percorria por toda a minha virilha e me provocava tocando meu buraquinho. Eu estava maravilhada com tudo aquilo.

Depois de um tempo ele falou: “agora é sua vez.” E virou seu pau em direção do meu rosto.

Não esperei e logo o coloquei na boca começando a mamar com vontade e volúpia. Tinha um gosto agradável. Ele tinha depilado e estava liso e macio.

Depois de um tempo ele me pegou colocando de barriga pra cima e entrando entre minhas pernas, se preparou para me penetrar.

Quando ele encostou a cabeça na minha xoxota não resisti e soltei um gemido de prazer. Meu coração estava muito acelerado e podia sentir o sangue fervendo. Quando senti a cabeça entrar doeu muito mais aguentei firme. Deixei ele fazer o que era preciso. Podia sentir ele entrando aos poucos, e a cada forçada era mais um pedaço, mais a dor continuava.

Depois de um longo tempo senti seu saco bater na minha coxa me dando a certeza de que estava dentro. A dor incomodava mais o prazer de tê-lo dentro era maior.

Quando ele começou no vai e vem senti um prazer tão grande que consegui gozar pela primeira vez. Estava realizada, agora sou mulher.

Ficamos por um longo período assim, ele bombando sem parar. Quando anunciou que iria gozar tirou e colocou na minha boca gozando em seguida, encheu minha boca de leite. Senti uma satisfação tão grande tomando seu leite que Viciei.

Depois de um mês da primeira transa ele pediu meu cuzinho, mais aí é outra história.

Beijos, espero que gostem.

Deixe seu comentário