Casa dos Contos Eróticos » Fetiche » Minha esposa com o lavador de carros

Minha esposa com o lavador de carros

0 votes

Olá, meu primeiro conto aqui no site, vou começar com este que me dá tesão sempre.

Minha esposa tem 1,60, cabelos pretos lisos, peitos grandes em pé, coxas grossas, uma bunda grande, um tesão, vou colocar o nome aqui de Kely(*).

Certo dia ela me disse que o cara do lava carro, Paulo(*), o sempre a tratava muito bem e quando ia lhe entregar as chaves do carro no final da limpeza, fazia um pequeno carinho em sua mão, ela me contou que isso acontecia sempre, então perguntei o que ela achava dele, ela falou que era um cara charmoso, então perguntei se ela queria dar pra ele, ela falou que não, mas na cama quando a gente transava ficava fantasiando ele comendo ela, e ela correspondia minhas fantasias e gozávamos juntos.

Tesão em saber que a esposa beijou outro

Passadas umas 02 semanas cheguei em casa do trabalho e vi que seu carro estava limpo, então na hora fiquei pensando; “Ela aprontou”… Entro em casa nos cumprimentamos como sempre, sentei no sofá para assistir TV e ela sentou-se ao meu lado, vi na sua cara que estava diferente, então perguntei lavou o carro hoje? Ela disse sim com uma risadinha, e começou a me contar o que aconteceu:

-Levei o carro hoje pela manhã para lavar e fui trabalhar, então o Paulo pegou o número do meu telefone para avisar quando estivesse pronto, e passei o número pra ele, ele sabendo que sempre busco o carro no mesmo horário quando saio para o hora do almoço, 11:30 ele me mandou mensagem que estava pronto, respondi com um OK.
Quando fui buscar o carro 12:30 ele fez a mesma coisa de sempre, me devolveu as chaves acariciando minha mão, então puxei assunto, o convidei para sairmos qualquer dia (eu, você e ele) com a gente para bebermos algo, ele ficou meio assustado mas concordou, então sai com o carro para ir almoçar em um restaurante próximo, cheguei ao restaurante ele mandou outra mensagem que tinha esquecido de limpar o porta malas do carro, me perguntou onde eu estava que ele ia rapidinho para terminar o serviço. Passei a localização onde não demorou e ele apareceu, entrou no carro do meu lado e começamos a nos beijar loucamente.

Nessa hora fiquei em choque e perguntei o que mais aconteceu, ela respondeu.
-Nada, foi só isso.
-Como só isso?
-Sim só isso, ele e eu ficamos meio assustados, demos mais um selinho e voltamos ao trabalho.

Nesta noite e nas posteriores transamos muito, lembrando do acontecido, e eu sempre instigando ela a fazer mais.
E teve mais. Mas vou escrever outro conto para este não ficar tão comprido.

(*) Nome fictício.

Contos de Sexo Relacionados

  • Fetiche 7 meses atrás

    Usando calcinha pela primeira vez

    Vou contar do dia que por acontecimentos sucessivos fui para o trabalho usando uma calcinha. Foi um dia incrível, tenso e ao mesmo tempo excitante. Como de costume acordei cedo e fazia o café antes da esposa...

    LER CONTO
  • Fetiche 7 meses atrás

    Fetiche em Travestis

    Me chamo Gusttavo, tenho 19 anos e desde os 18 tenho fetiche em travestis , hoje eu vou contar a minha 2° experiência com uma travesti, a primeira como passivo... Saí pra comer e fui comido Foi assim, eu...

    LER CONTO

Deixe seu comentário