Casa dos Contos Eróticos » Porno Gay » Virei femea do amigo do quartel

Virei femea do amigo do quartel

0 votes

Meu nome é Vinícius (*), até que fui servir ao serviço militar, já com 18 anos, eu namorava muito, pois era bonito, com um belo corpo, moreno claro, 1,75 alt. Pesava cerca de 80 quilos, tinha pernas longas e bonitas, e um bumbum grande e empinado, minhas namoradas adoravam, diziam que minha bunda era sexy assim entrei para fazer a obrigação militar do Brasil, logo que entrei rasparam meus cabelos que eram longos e bonitos, e ficou apenas um toquinho na frente, fiquei bravo, mas não podia reclamar de nada.

Durante os afazeres do quartel, alguns me gozavam pela minha bunda ser empinada e grande, e eu comecei a ficar bravo ai cai na boca de todos e todos faziam bulling comigo, durante o banho todos ficavam pelados e eu via pau de homem constantemente, alguns pequenos outros grandes outros médios como o meu, e passei a gostar de olhar, e eles sempre tentando passar a mão na minha bunda.

Eu ficava bravo e eles aumentavam a brincadeira, ate que um colega de farda veio falar comigo e disse se vc não ligar eles param, mas que sua bunda é gostosa isso é, e riu eu agradeci e sorri também, acabamos ficando amigos. Era Cássio(*), um homem grande tem de 1.85 de altura, era enorme, fiquei curioso e quando no banho olhei seu pau, fiquei entusiasmado com o tamanho da ferramenta, era um pau grosso deve ter cerca de 4 a 5 cm de diâmetro por uns 20 cm de cumprimento, lindo reto, duro como aço, vi isto, pois ele ao ver que eu olhava endureceu na hora, eu disfarcei, mas ele percebeu e sorriu acariciando seu pau.

Nas horas de folga conversávamos muito e ele perguntava sobre mulheres eu contava e ele um dia perguntou vc nunca namorou com homem, eu disse tá louco sou espada e ele sorrindo disse tudo na vida tem dois lados, vai que vc gosta, eu perguntei e vc já esteve com homem, ele falou nunca, mas tenho vontade ainda mais se for um homem gostoso como vc, eu faria vc virar minha femea para o resto da vida, se um dia quiser basta falar.

Fiquei vermelho e mudei de conversa, ele não tirava os olhos de meu corpo principalmente minha bunda, que ele dizia ser deliciosa, e que se um dia algum homem fosse usar, seria usada por ele, e sorriamos os dois.

Assim foi o ano todo, ele sempre me cantando e eu sempre saindo fora, mas não perdia a oportunidade de ficar olhando seu pau durante o banho e sentia seus olhos na minha bunda, nas minhas pernas, seu olhar de macho predador me deixava excitado, mas me mantive na minha, até que um dia durante um jogo outro soldado forçou uma briga comigo e Cássio tomou minhas dores e disse vai ter que brigar comigo também, até que um superior viu e ficamos todos calmos, mas os soldados ficaram desconfiados de nossa amizade, e entre eles falavam de nossa união.

Sendo cantado pelo colega do quartel

Depois agradeci, pois o cara era um armário e eu nunca havia brigado na vida, e ele falou sabe Vinícius, gostaria que não se ofendesse, mas preciso lhe falar porque depois que sairmos do quartel talvez nossos caminhos nunca mais se encontrem, eu disse fale Cássio? Ele falou acho que nossa amizade vai parar se eu falar, mas não estou me aquentando, sentou-se a meu lado no bar onde estávamos bebericando e disse sabe Vinícius, eu sei que vc é homem eu também, mas estou completamente apaixonado por vc, estou te amando, eu fiquei sem saber o que dizer e ele pegando em minhas mãos falou não estou te pedindo nada, mas tinha de falar o que sinto, desculpe, mas aconteceu sentimentos não se controla.

Falei, Cássio vc esta confundindo eu também gosta de vc, mas é apenas uma amizade linda. Ele falou não Vinícius eu te amo, e meu sonho seria te fazer minha femea, assim que sairmos daqui, eu falei não sei o que dizer, eu sempre amei mulheres, e vc esta colocando nossa amizade em jogo? Ele perguntou, vc nunca teve vontade de me beijar, de acariciar meu pau, de tocar nele, eu completamente sem jeito disse: Vamos mudar de assunto por hoje amanha continuamos esta conversa, ele disse tudo bem, mas faço questão de voltar a este assunto, amanhã é sábado e vamos para a casa, vamos sair juntos para o litoral e conversamos somente nos dois. Eu disse tudo bem então será um final de semana não com mulher, mas com vc é esta sua proposta? Ele disse sim, pensa e amanhã vc me responde.

Fomos para o alojamento e fiquei pensando a noite toda na proposta que ele me fez, e realmente não queria magoar, mas não sabia como me portar depois desta confissão, confesso que eu me sentia atraído pelo seu corpo ele é lindo, gostoso e tem um pau maravilhoso, um sorriso encantador, mas dai a servir de mulher a ele era uma distancia enorme dormi nervoso.

De madrugada ouvi passos e percebi que um colega se enfiar na cama de um amigo perto de minha cama, nossas camas eram no canto do salão e não perceberam que eu estava acordado e vi no escuro os dois se beijando e vi meu amigo do lado se despir e ficar de quatro na cama e seu homem pegarem o pau e enfiar no seu cu foi lindo percebi a penetração e ouvia gemidos do meu colega ao lado, todo feliz até que gozaram e o outro se levantou e foi para seu lugar, não consegui perceber quem era, mas meu amigo quando me viu olhando fez um sinal de psiu para mim, e virou para outro lado e dormiu.

Virei femea apaixonada

Pensei será que ele gostou de dar o cu, nunca tinha pensado em ser de um homem, estava completamente dividido, mas o que vi naquela noite me fez resolver, pensei em dizer não ao convite de Vinícius, mas ao acordar encontrei-o e falei vou aceitar seu convite para onde iremos, ele falou para um apto que minha família tem na praia. Ao chegar ao tal apto tudo de muito bom gosto, entrei na sala ele jogou suas coisas no chão tirou minha mochila de meus ombros e abraçou-me e encostou-se com o corpo todo ao meu, senti o calor de seu corpo, senti a respiração dele junto a minha boca, não sabia se o empurrava ou se correspondia ao abraço, ai a natureza respondeu ao assedio e me entreguei a seu abraço delicioso, e senti sua boca procurando a minha, senti sua língua entrando na minha boca, o senti puxando com a boca minha língua e mordiscando cada pedaço dela e chupava fui ficando excitado, correspondi a seu abraço, seus carinhos, ele colocava suas mãos na minha bunda e apertava dizendo no meu ouvido, há um ano sonho em fazer carinho nesta bunda, obrigado meu amor.

Eu sentia seu pau se apertando na minha barriga, pois ele é bem mais alto que eu, meu pau também ficou duro, e ele esfregava o corpo delicioso ao meu e eu estava louco de prazer e tesão. Somente ouvi de sua boca te amo, meu amor. E fui para o paraíso, me entregando a aquele homem delicioso. Ficamos abraçados por alguns minutos, até que ele disse sente-se meu amor, e o afastei e falei vamos conversar, ele disse não temos mais que conversar nossos corpos responderam por nos dois.

Eu falei vou impor algumas condições pode? Ele sorrindo disse ai depende, eu falei quero que vc seja calmo e carinhoso, pois sou completamente inexperiente, e quero ter alguma privacidade quando junto de vc no inicio, tenho muita vergonha e timidez, nunca fui com mulheres, mas com vc me sinto tímido demais. Ele falou vc terá tudo o que quiser amor, o que vc quer fazer agora, eu disse quero tirar esta roupa tomar um banho e colocar uma bermuda e ficar a vontade ele disse faça isso amor, faça tudo como vc quiser, vc é minha dona daqui para frente, eu sorri e fui tomar meu banho, tranquei a porta do banheiro e fiquei pensando o que iria acontecer dali para frente, acho que não teria mais volta, no banho acariciava meu corpo, minha bunda que era enorme e quase sem pelos, e nem no saco tinha pelos, no cuzinho eu não sabia e fui passar as mãos, vi que tem alguns pensei será que devo me depilar?

Ao sair sai de bermudas sem camisa e ele foi tomar seu banho também e passando por mim, disse suas tetinhas são deliciosas sabia, vc inteiro é delicioso.

Sentei-me na beirada da cama e ele chegou sentando-se a meu lado disse o que vc quer fazer meu amor, e me pegou pelo queixo e beijou minha boca som sofreguidão, eu me entreguei pensando agora vou ter de ir até o fim, e ele acariciava meu corpo, estava apenas de toalha e ficou completamente nu, beijou minha boca, chupava minha língua, beijava meu pescoço e abaixando beijou minhas tetas que ficaram durinhas de tesão, e mordiscando cada uma delas disse-te amo minha querida, e chupou muito seu pau estava mais duro do que quando eu via no quartel.

Que delicia de pau, pensei nunca vou aguentar este pau no cu, mas os carinhos dele são deliciosos, e estou amando estar nos braços dele, ai ele falou peque no meu pau linda, e conduziu minha mão até seu pau duríssimo, fiquei louca de tesão em pegar naquele pau que tanto vi e sonhei, e ele me fez masturbar e ele gemia feito louco, ele falou em meu ouvido, vc não pode beijar a cabecinha do meu pau, amor eu fui abaixando sentindo o cheiro de macho e quando me vi defronte aquele monumento de pau, abri a boca e beijei sua cabeça, (parecia um tomate perola dos grandes), ele gemeu de prazer, e falou abre a boca amor, eu abri, mas a cabeça não entrava na minha boca, ai tive de abrir mais ainda e consegui por a cabeça do pau na minha boca, que delicia, que prazer eu senti, ele gemia de prazer e falou, amor vou gozar tira, eu tirei e pegando a sua toalha ele aparou vi uma enorme quantidade de porra na toalha fiquei feliz por tê-lo feito gozar daquela forma, e beijei novamente sua boca e ele falou vc não quer gozar amor, eu falei estou feliz por ver o quanto te fiz gozar lindo.

Após alguns descansos com muito carinho ele perguntou o que vc quer fazer agora meu amor eu disse pedir algumas coisas posso? Ele assentiu e eu falei:
1) quero ser sempre tratado como mulher a sua Paula(*), gostei de ouvir vc pronunciar este nome Paula.
2) quero poder usar lingerie para provocar vc sempre, e fazer vc gostar de mim, de meu corpo,
3) vamos precisar comprar lubrificantes e pomadas cicatrizantes, pois acredito que nunca vou aguentar este pau tão grande, assim a seco.

Ele sorrindo disse tudo isto é fácil querida Paula, vou adorar te tratar e te chamar sempre de Paula, Se vc usar lingerie vai me deixar muito feliz, e se quiser usar outras roupas femininas vou adorar, quanto a lubrificantes já havia pensado nisso e até trouxe alguns, somente não pensei em pomadas cicatrizantes, mas vamos comprar sim amor.

Eu disse sabe Cássio, eu sempre tive cabelos na altura dos ombros e agora quando sair do serviço militar vou cuidar para ficarem bem femininos para vc será que vc vai gostar? Vamos sair para almoçar Paula, e fomos pedi para ir a um shopping, almoçamos e fui procurar lojas de lingerie e comprei vários conjuntos lindos de cores fortes, preto, vermelho, azul marinho, verde, branco, e comprei em outras lojas shorts bem femininos e apertados, blusas, camisetas femininas, calças justíssimas, e alguns vestidinhos curtos, e falei outro dia compramos sapatos, vc quer me ver assim?

Ele sempre sorrindo disse que delicia de dia estou tendo minha amada, eu falei pensei que vc não fosse entrar comigo nas lojas e vc me ajudou a escolher tudo, estou encantada com suas atenções meu homem querido. As vendedoras ficavam curiosas não é, ele disse acho que sabem que somos um casal não é amor, uma delas até sugeriu para vc experimentar e vc a aceitou não sabia se ia junto, eu contei a ele que ela perguntou se era um casal eu disse sim somos e ela disse ele é lindo, mas vc também é amor, e sua bunda com estas calças vai deixar ele louco querida, e vc veio amor e adorei sua atenção com sua mulher, estou me apaixonando meu amor, ele ficou todo feliz e disse vamos comprar somente alguns sapatos linda, e fomos escolhi uma sandália alta, uma rasteirinha, e deixei o restante para comprar depois.

Ao chegar ao apto. Fez-me experimentar todas as roupas, e eu fiquei desfilando, com o tesão a mim, ele também, pois a cada roupa me beijava e eu sentia seu pau mais duro ainda, falou que nunca pensou que eu fosse ficar tão feminina, estava me amando, se antes era paixão agora era amor, e depois coloquei um baby doll branco, calcinha branca e fui me deitar com meu macho, ele todo feliz não cansava de beijar minha boca, meu corpo, meus seios eu estava excitada e pedi amor seja cuidadoso com sua mulher viu, ele disse sim querida.

Após me beijar o corpo todo, eles estava pelado, com o pau a mil, e pediu posso te transformar em mulher, eu disse pode e deve meu amor, com muito cuidado lindo, e ele lambeu bem minha bunda, lambeu meu reguinho e depois passou a língua no meu cuzinho e enfiou tudo o que pode no meu cu, eu gemia de prazer, e ele colocou aquela cabeça enorme na porta de meu cu, eu senti o calor e vibrei de tesão, ele lubrificou bem o cu e o seu pau e foi enfiando, senti o cu se abrir como se fosse uma flor, gemi de dor, as lagrimas escorriam, e ele continuava, perguntou quer que eu pare minha amada, eu disse amor, se tenho que ser sua, que seja agora, por favor, continua-me fodendo amor, e ele cumpriu seu papel de macho alpha, e enfiou o pau todo, eu senti cada prega do cu arrebentar eu pedia come seu tarado come, não esperou um ano para isso agora come seu puto, e ele depois que o cu se acostumou fodeu meu cu por alguns minutos, eu senti a porra saindo do meu pau, e senti quando ele gozou no fundo do meu ser, eu chorava e gemia de dor, mas adorei cada metida que ele deu, me senti a mulher mais feliz deste mundo agora sim era mulher.

Depois quando sai do serviço militar, vivo até hoje com Vinícius, mas já dei para muitos homens, com e sem aprovação dele, mas isto já é outra historia se pedirem continuo contando.

(*) Nome fictício.

Contos de Sexo Relacionados

  • Porno Gay 1 mês atrás

    Cobiçando o vizinho

    Olá, tenho 24 anos e este conto se passou recentemente. Bom, moro em um bairro bem simples, casas populares, já vou logo dizendo, neste conto não terá aquele homem sarado e muito menos um boy de 25cm, como sempre...

    LER CONTO
  • Porno Gay 2 meses atrás

    Servindo meu dono

    Sou homem, mas sempre tive a fantasia de ser a puta submissa de um macho. Há um pouco mais de um ano conheci no sexlog um homem com o perfil que procurava há anos. Um macho dominador, safado no sexo, experiente e com...

    LER CONTO
  • Porno Gay 1 mês atrás

    Com 60 anos passei a gostar de homens

    Ola... tenho 66 anos  Aos 60 anos comecei a dar. Um amigo me iniciou e não mais parei Aqui onde moro tem uma estrada abandonadas que conheci a quatro anos. Se vc entrar lá de carro anda uns 1000 metros e tem que...

    LER CONTO
  • Porno Gay 7 meses atrás

    Fui tomar banho no rio e levei rola

    Morávamos numa pequena cidade onde passa um rio em que tomávamos banho. Éramos jovens, com 18 anos. Eu sempre fui afeminado, coxas grossas e isso despertava o desejo dos garotos me comer, pois já havia dado para...

    LER CONTO
  • Porno Gay 3 meses atrás

    Primeira vez na sauna

    Olá, sou casado (com mulher rsrs), tenho 39 anos (quase 40), vou relatar como foi a primeira vez que fui numa sauna de público masculino. Eu já tinha tido algumas experiências homossexuais (Boquete, adoro fazer...

    LER CONTO
  • Porno Gay 5 meses atrás

    Troca troca com meu primo

    Bem isso aconteceu já uns anos.  Não vou citar nossos verdadeiros nomes, serão fictícios. Vou me chamar de Rodrigo e ele de Vinícius. Eu e meu primo morávamos perto um do outro questão de 3 minutos de...

    LER CONTO
  • Porno Gay 1 semana atrás

    Transei com meu melhor amigo

    Um dia chamei meu Amigo para vir aqui para casa, minha mãe ia passar o dia trabalhando, ele topou na hora e veio. Fomos para meu quarto ficamos assistindo, jogando vídeo game e conversando. Ele é meu melhor e...

    LER CONTO

3 comentários para “Virei femea do amigo do quartel

Deixe seu comentário