Casa dos Contos Eróticos » Novinhas » Transei com a vizinha gostosa e casada

Transei com a vizinha gostosa e casada

0 votes

Tem uma vizinha na minha rua que eu queria muito pegar, ela tem uma cintura fina e uma bunda empinada que só de olhar minha rola sobe, uns peitos grandes e duros, sem contar que ela é muito bonita, de rosto, de cabelo, ela é uma avião, sempre que ela passa eu faço questão de dar uma palavra, cheguei até a conversar um bate papo legal, foi aí que descobri que ela é casada, mas não tem filhos, mais ou menos dois anos e meio de casamento, ela pareceu estar dando bola pra mim, muitos sorrisos e passada de mão nos cabelos, eu sou aquele cara que todos querem ficar, escolho bem as que eu quero são só as melhores, e ela está na lista das melhores, e eu quero!

Fodi a bucetinha da minha vizinha

Passou dias, semanas, mês, e nós conversando, pegamos uma amizade, aquela que dá vontade de estar junto, faz falta, que rola um olhares, eu mesmo olhava muito pra bunda dela, pra os seios, pernas, enfim, pra o corpo todo, mas o lugar que eu mais olhava era nós olhos, eu encarava bem, teve um dia que perguntei:

– Você sabe o que está rolando aqui, né?

E ela se assustou, ela disse:

– O que?

E eu falei:

– Nós estamos envolvidos, eu quero te beijar, morro de vontade, você não?

E ela se calou por um instante, mas eu cheguei perto, e beijei o rosto dela, fui descendo pra o pescoço e quando ela viu eu já estava na boca, e nosso primeiro beijo aconteceu, foi na praça, mas lá é bem discreto, tem umas árvores em volta, como ela mudou-se a pouco tempo, quase ninguém conhecia, mas também, os vizinhos mais velhos não conhece os mais novos, eu que fiquei de olho por que achei gostosa e fui conhecer!

Depois do beijo eu comecei a passar a mão no corpo dela, cheguei a pegar nos seios e na coxas, quando ia chegando na buceta ela disse:

– Ei, melhor pararmos, pode ter alguém olhando, essas horas e a gente fazendo isso aqui na praça, e eu sou casada!

Eu falei:

– Agora já foi, já nos beijamos, deveríamos matar essa vontade que estamos e transar logo, eu não estou aguentando mais, pega aqui!

Coloquei a mão dele sobre meu pau duro e enorme, ela se surpreendeu, ela disse:

– Tá doido? Como que vamos transar aqui?

Eu disse:

– Aqui não, mas sei um lugar!

O marido dela só chegava a noite, podíamos transar durante o dia, a tarde, estávamos com o dia livre, eu disse:

– Vamos ali em um local!

Ela aceitou, estava com medo, mas eu a tranquilizei, eu disse:

– Gata, isso ia rolar mais ou menos dia, pois nós já estamos bastante envolvidos, só o que faltava é isso, transar, foder bastante, e é o que estamos afim, espere aqui que hou pegar meu carro, eu chegar você entra!

Quando cheguei com o carro ela entrou, toda com medo, e eu tratei de acalma-la, passei a mão na perna dela e fui até a buceta, aí sim eu pude tocar, estava tão molhadinha, meti o dedo, aí que tesão, parecia que estava enfiando a rola, ela fechou os olhos e gemeu, pronto, já estava relaxada, então seguimos, a levei pra um motel, e lá ela deitou- se na cama, e eu fui tirando peça por peça, com carinho, com muito tesão, ia passando a mão pelo corpo, e que corpo, linda sem roupa, linda com roupa, ela é uma mulher excepcional, eu quero ela pra mim, ela disse:

– Estou me tremendo, nunca traí antes, e meu marido não merece isso!

E eu disse:

– Mas nós merecemos, eu vou te dar uma surra de pica, e você vai me dar uma de buceta, a gente nunca vai esquecer esse dia, vai ser a melhor foda que já tivemos, eu lhe garanto!

E fui beijando o corpo dela, cada parte, chupando os seios, chupando a buceta, fez questão de abrir as pernas dela e colocar minha cara lá dentro, eu ficava chupando, gemendo e olhando nos olhos dela, isso deixava com tesão, eu perguntei:

– Ele costuma de chupar?

Ela disse:

– No começo sim, depois foi ficando menos, hoje em dia é raridade!

Transei sem camisinha com minha vizinha

– Pois comigo toda vez que nos encontramos, nem que não haja penetração, eu vou lhe chupar, e já lhe chuparam o cu?

Ela disse:

– Não, nunca!

Eu fiquei incrédulo, uma mulher daquelas e nenhum homem chupou o cu? Então perguntei:

– Quantos homens você já teve?

Ela disse:

– Antes do meu marido eu tive namoro, mas só perdi a virgindade, não teve oral, essas coisas não!

Então vi que ela era inexperiente, pois seu marido não se lhe ensinava as coisas, pode ser até por isso que ela está traindo ele comigo, por que não teve adolescência gostosa, transando, se satisfazendo…perguntei:

– Você se masturba?

E ela me olhou com aquele olhar de “que?”

Então ali eu vi que podia explorar bem aquele corpinho, e fui chupar o cu dela, pedi pra ela ficar de quatro, fui lá no cu, essa mulher gemia e ofegava, dizia palavrões, ali eu vi a fera que existia nela, e eu chupando aquele rabo delicioso, pra que aquela mulher é muito gostosa, e eu em cima, depois parti pra o sexo, meti a rola e fui mexendo, enfiando, nessa gira ela já estava bem soltinha, e estava no mesmo pique que eu, ela mexia tanto que eu estava com medo de gozar primeiro que ela, então eu disse:

– Você acha que já está perto de gozar?

E ela disse:

– Falta pouco!

E aí eu mandei ela ficar de costas, fechar bem as pernas, e tive aquela visão, que bunda, que costas, que coxa…e meti a pica dura na buceta, fui enfiando, e a minha mão por baixo, lá no grelinho, eu masturbando ela e enfiando a rola, bem enfiada, eu já estava preparado, quando ela falasse que estava gozando eu ia gozar junto!

E ela gemia, falava coisas obscenas e falou:

– Estou gozaaando, estou gozaaando o o o…

E eu mandei ver, gozei junto, terminamos e deitamos lado a lado, olhei e ela estava com um sorriso na cara, toda nua, de pernas abertas, como eu queria ter aquela mulher tido dia!

Fui pra cima dele e dei um beijo gostoso, demorado, eu falei:

– E agora, estou mais apaixonado por você, que sexo foi esse?

E ela disse:

– Não sei, só sei que estou sonhando, meu corpo está flutuando, como foi bom, não tenho nem palavras!

Eu falei:

– Quero te ver logo, que dia pode?

E ela me deu o telefone dela, disse:

Vou salvar seu nome como se menina, quando for falar comigo só coloque ” oi amiga” que se eu estiver só eu falo ” oi bebê” se eu não estiver só eu falo “oi amiga” e aí a gente simula uma conversa, certo?

E fui deixá-la em casa, mais beijos e mais bobas, só que nós morávamos na mesma rua, e todo dia eu a via, mandava mensagem, ficava ligada no marido dela, um dia mandei um vídeo de uma mulher se masturbando e pedi pra ela fazer isso pra mim, fizemos ligação de vídeo, e ela fez, eu também fiz, gozamos online, eu estou cada dia mais afim dela, e não vejo a hora de vê-la pessoalmente outra vez!

Contos de Sexo Relacionados

  • Novinhas 2 anos atrás

    Meu Primeiro Boquete

    Olá, hoje vou contar como foi o meu primeiro boquete, espero que se delicie e me imagine mamando o seu pau. Meu primeiro boquete foi aos 18 anos, naquela época, eu era uma aspirante a putinha, uma verdadeira...

    LER CONTO
  • Novinhas 1 ano atrás

    O coroa pauzudo dos meus sonhos

    Casei muito jovem, primeiro namoradinho me apaixonei e resolvemos morar juntos, eu não engravidei, foi mesmo a loucura de gente novo! Mas durou pouco, com vinte anos já estava solteira novamente, mas agora com uma...

    LER CONTO
  • Incesto 9 meses atrás

    Primo safadinho me ensinando tudo

    Tenho namorado, mas toda vez que vou passar uns dias na casa da minha tia ele vem com todo aquele charme pra cima de mim, um vez ele ficou me fazendo massagem, do pé até o cabelo, eu relaxei muito e aí quando eu menos...

    LER CONTO
  • Novinhas 3 anos atrás

    Meu Primeiro anal

    Um certo dia troquei de operadora de tv a cabo, veio até minha casa um moço para realizar a instalação. Eu tinha acabado de sai do banho e ele chegou. Muito simpático, se chamava Eduardo(*), educado, me comia com...

    LER CONTO
  • Novinhas 3 anos atrás

    Não resistir e cai na tentação

    Oi, tenho 18 anos, sou morena, baixinha, magrinha, tenho 1,65 e peso 53kg, apesar de magrinha tenho um peito muito farto, e uma bundinha bem gostosa, já minha buceta não acompanhou o corpo e acho bem grande, um bucetao...

    LER CONTO
  • Novinhas 2 meses atrás

    Novinha fez um boquete perfeito

    Pois bem, sou liberal e curto de tudo um pouco mas com segurança (sempre) e me cuidando. Numa certa tarde estava eu numa área comum do condomínio quando a parece pra conversar comigo uma vizinha de baixo. Era a...

    LER CONTO

Deixe seu comentário