Casa dos Contos Eróticos » Novinhas » Coroa amigo da minha mãe me fudeu gostoso

Coroa amigo da minha mãe me fudeu gostoso

5 votes

Me chamo Polianna(*), tenho 19 anos, sou baixinha, negra de lindos cabelos crespos estilo black. Sou estilo gordinha gostosa, com bunda, pernas grossas e sem barriga.

Meu conto é real. Foi a minha primeira vez com um homem bem mais velho. Antes disso só tinha perdido a virgindade.

Na noite de natal, minha mãe convidou um amigo da família de anos, para passar as comemorações conosco. Ele praticamente viu eu e minhas irmãs crescerem. Uns tempos até namorou minha mãe.

Essa noite eu me arrumei com um vestido mais soltinho e curtinho, pois estava fazendo muito calor. Quando seu Roberto chegou, foi logo me abraçando e não poupou elogios. Pude sentir que seu abraço era mais demorado que o normal.

Logo seu Roberto(*) falou:

– que cabelo cheiroso você está Poli. Que perfume gostoso.

Minha mãe falou.

– a Poli agora já está uma mulher, não e mesmo Roberto?

Seu Roberto respondeu:

– mulherão, linda e cheiroso.

Me senti lisonjeada, pois seu Roberto era um homem negro, alto e sempre bem arrumado e cheiroso. E para seus quase 60 anos estava muito bem.

Começamos e beber e conversar sobre muitas coisas e demos muitas risadas. Começamos todos a ficarmos mais alegres e os assuntos começaram a esquentar. Vi que seu Roberto começava e me dar olhadas mais sedutoras.

Minha mãe deu o aval de ouro em um momento.

– Roberto se tu fosse da idade da Poli eu iria gostar que você fosse meu genro.

Seu Roberto sorriu e falou:

– hoje em dia a diferença de idade não importa muito. O mundo está mais moderno. Se a Polianna não fosse sua filha eu com certeza estaria tentando seduzir ela.

Seu Roberto me deu uma olhada no fundo dos olhos e eu senti um calor tomar conta de mim. Não sei….  eu nesse momento já estava ficando com tesão por seu Roberto.

Minha mãe disse.

– eu não me importo, contando que estejam felizes.

Nessa hora sentir as coisas saindo do controle.

Minha mãe saiu e nos deixou a sós na área onde estávamos no sofá. Seu Roberto veio para meu lado se sentou bem espreguiçando abrindo os braços e as pernas. Pude notar o volume em sua bermuda.

Então ele começou e me perguntar sobre namorados e sexo e eu respondi. Só tinha tido um namorado, feito poucas vezes sexo, não tinha muita experiência no assunto e etc.

Dei para o coroa amigo da minha mãe

Seu Roberto ousou mais e falou.

– viu que sua mãe está tentando nos jogar um pro outro.

– vi sim, seu Roberto.

– o que você acha disso?

– eu nunca pensei nisso, mas confesso que depois das conversar quentes eu fiquei um pouco tentada.

Nisso seu Roberto chega mais perto e me lasca um beijo.  Logo comecei a gostar e ficar molhadinha. Ele percebeu que eu cedi e começou a ir mais fundo, passando a mão pelo meu corpo. Passou a mão pelas minhas pernas e levantou o vestido até a atura do umbigo.

– nossa que corpo gostoso você tem.

Eu só suspirei retomando o fôlego e logo fui beijada vorazmente de novo.

Nisso chega minha mãe.

– os dois já pro quarto que aqui não é lugar. (Ela riu da situação.)

Todos rimos. Seu Roberto em pegou no colo, me levou até meu quarto e me jogou na cama.

Nesse momento eu estava toda pronta e pegando fogo. Ele já veio voraz tirando minha calcinha e caiu de boca na minha bucetinha.

Nossa, nessa hora eu tremi toda e em menos de um minuto estava inundando minha buceta. Fiquei muito molhadinha e preparada para o que está por vir.

Depois de um tempo me chupando ele levantou, tirou a roupa e começou a vir pra cima de mim com um caralho preto e enorme. Foi tirando minha roupa e quando vi estava sentindo ele procurar meu buraquinho molhado. Pude sentir aquele mastro estrando aos poucos e se acomodado dentro de mim. Ele começou um vai e vem e seu caralho foi se acomodando melhor dentro de mim. Era muito grosso e ardida um pouco, mas eu estava muito molhada e quando menos percebi senti as bolas encostando na minha bunda. Isso era sinal que estava todo dentro. (Acredito que tinha mais de 20cm ). Então as estocadas foram ficando mais fortes e quando seu Roberto sentou que eu me molhei toda em gozo novamente ele anunciou que ia me encher de porra. Foi quando eu lembrei que estava transando sem camisinha e não tomo pílula.

– seu Roberto não faz isso que eu vou engravidar.

Mas já era tarde aquele homem em um urro alto me encheu de porra e caiu sobre mim. Eu o abracei sobre mim e ficamos ali ate seu caralho amolecer e sair de dentro de mim deixando a porra escorrer da buceta para meu cuzinho.

Bom meus amores….. Esse foi meu primeiro conto e uma das minhas transas inesquecíveis com seu Roberto. Nesse dia transamos mais e ainda tivemos algo parecido com um namoro e algumas outras transas bem gostosas que vou contar aqui pra vocês.

Beijos e até a próxima.

(*) Nome fictício para preservar a identidade dos envolvidos.

Contos de Sexo Relacionados

  • Incesto 7 meses atrás

    Primo safadinho me ensinando tudo

    Tenho namorado, mas toda vez que vou passar uns dias na casa da minha tia ele vem com todo aquele charme pra cima de mim, um vez ele ficou me fazendo massagem, do pé até o cabelo, eu relaxei muito e aí quando eu menos...

    LER CONTO
  • Fetiche 3 meses atrás

    Chupando rola pela primeira vez

    Estava conversando com um rapaz fazia tempo, só que nunca tinha o visto, nós nos falamos por mensagem e ligação, eu estava caidinha por ele, mal conseguia ficar com outros rapazes, porque assim, claro que nesse tempo...

    LER CONTO
  • Novinhas 7 meses atrás

    Transei com a vizinha gostosa e casada

    Tem uma vizinha na minha rua que eu queria muito pegar, ela tem uma cintura fina e uma bunda empinada que só de olhar minha rola sobe, uns peitos grandes e duros, sem contar que ela é muito bonita, de rosto, de cabelo,...

    LER CONTO
  • Novinhas 3 anos atrás

    Meu Primeiro anal

    Um certo dia troquei de operadora de tv a cabo, veio até minha casa um moço para realizar a instalação. Eu tinha acabado de sai do banho e ele chegou. Muito simpático, se chamava Eduardo(*), educado, me comia com...

    LER CONTO
  • Orgia 11 meses atrás

    Ménage com a prima da namorada

    Era verão, o calor estava reinando, muita praia, piscina e pessoas para conhecer... Mas eu tinha namorada, uma baixinha muito gata, gente boa, que eu não queria decepcionar, então não tinha essa de conhecer...

    LER CONTO
  • Novinhas 2 anos atrás

    Meu Primeiro Boquete

    Olá, hoje vou contar como foi o meu primeiro boquete, espero que se delicie e me imagine mamando o seu pau. Meu primeiro boquete foi aos 18 anos, naquela época, eu era uma aspirante a putinha, uma verdadeira...

    LER CONTO
  • Novinhas 5 meses atrás

    Eu sempre transei com vários homens, me sentia insaciável sexualmente, pois transava com um após o outro e sentia que sempre faltava alguma coisa, não durante o sexo, por que todos eles eram muito bons, porem, ainda...

    LER CONTO

Deixe seu comentário